9 de novembro – Colleen Hoover… por Andreia Silva

31925705SINOPSE: O dia 9 de novembro

No último dia de Fallon em Los Angeles, a sua vida cruza-se com a de Ben e os dois apaixonam-se perdidamente. A química que os une é tão forte e incontrolável que, apesar de Fallon estar a caminho de Nova Iorque, os dois prometem encontrar-se novamente.

Os reencontros

Durante cinco anos, sempre no dia 9 de novembro, Fallon e Ben encontram-se para construírem a sua história de amor, entre as várias relações e atribulações das suas vidas separadas. Apesar de só estarem juntos uma vez por ano, os dois envolvem-se cada vez mais e partilham um amor pleno de entrega, paixão e intensidade, capaz de os transformar e de sarar cicatrizes profundas.

Cinco anos depois

Fallon descobre que Ben carregou um enorme segredo durante cinco anos. O choque e a desilusão tomam conta do coração da jovem, devastada com a possibilidade de tudo ter sido uma farsa.

Estarão os dois preparados para aceitar que as histórias de amor nem sempre têm um final feliz? Ou será Fallon capaz de perdoar o homem que ama?

O passado, o presente e o futuro cruzam-se num livro arrebatador e envolvente.

OPINIÃO: O destino de Fallon cruza-se com o de Ben, num dia com demasiados significados negativos para ambos. Há uma conexão rápida, mas intensa, que os leva a que durante cinco anos, no dia 9 de novembro, eles se reencontrem. O amor que vai crescendo entre eles tornará a revelação dos segredos muito mais dolorosa e inesperada.

Não sei se haverá uma opinião a este livro que faça justiça àquilo que ele representa. Há livros que nos tocam, que nos levam a sentir palpitações e que nos marcam. Depois de ler este livro, senti-me intensamente afetada.

Esta história pode parecer extremamente banal, porque parece que sabemos de antemão como se vai desenrolar e o qual será o final do enredo. E sabemos, até certo ponto. Mas a forma como a autora consegue com a sua escrita nos apegar à vida dos personagens, faz com que queiramos estar ao lado deles para os consolar ou para nos alegrarmos com eles.

A forma como a Fallon está construída torna-a um personagem memorável. É quase palpável a dor física e psicológica que ela enfrenta. Chega a ser cruel imaginarmos as descrições daquelas aflições e maleitas.

Senti falta apenas de algum enquadramento à medida que cada ano passava. Algo que nos permitisse entender o ponto em que os dois estavam em termos emocionais. Mas entendo… Entendo que a autora quis encerrar a história dos dois numa bolha e que, portanto, sendo o mundo quem estava a mais, não teria direito a tempo de antena.

É uma excelente história e é um livro demasiado bom para não ser lido e relido mais do que uma vez.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s