A herdeira dos olhos tristes – Karen Swan… por Andreia Silva

37940467.jpgSINOPSE: 1974. Elena Damiani é uma herdeira rica e bela, com tudo para ser feliz. Contudo, aos vinte e seis anos já vai no terceiro casamento e uma juventude repleta de cicatrizes. Quando conhece o homem que parece ser o seu par perfeito, percebe que ele é precisamente o único homem que ela não pode ter, e nem todo o dinheiro do mundo é capaz de mudar essa circunstância.
Mais de 40 anos depois, a jovem Francesca vive la dolce vita. Antiga advogada, foi para Roma em busca de uma nova vida. Um acaso fortuito leva-a ao Palazzo Mirandola, onde conhece a famosa Viscondessa Elena dei Damiani. A empatia entre ambas é imediata e Francesca fica fascinada pelo mundo de Elena, pelo seu passada e pelas suas incríveis histórias.
Quando a Viscondessa a incumbe de narrar a sua extraordinária vida, Francesca entra num mundo de privilégios, aparências e excessos. Mas só quando um valioso anel de diamantes é encontrado num túnel antigo da cidade, mesmo por baixo do Palazzo, é que Francesca percebe a rede de mentiras que envolve Elena. A braços com o seu próprio passado tortuoso, Francesca é incapaz de ignorar a verdade, revelando um segredo antigo que pode mudar muitas vidas…

OPINIÃO: Francesca muda-se para Roma para recomeçar a sua vida e cruza-se com Elena por acaso. Elena é uma mulher riquíssima e famosa da alta sociedade italiana. Quando sente que encontrou alguém em quem pode confiar, Elena pede a Francesca que transcreva as memórias dela para um livro, que dê a conhecer a todos a verdadeira Viscondessa.

À partida, este romance agradar-me-ia logo pelo simples facto de envolver alguém mais velho a debitar as suas memórias cheias de mistérios e de teias escondidas. Segredos que tendem a estar presentes nas histórias de vida destas famílias, onde aparentemente parece sempre estar tudo bem. No final, ficou comprovado que sim. Que este é o género de história que mais me dá gosto ler.

Primeiro de tudo, a autora tem uma capacidade imensa para descrever lugares. Dá vontade de viajar imediatamente para Roma porque conseguimos visualizar ao pormenor os locais.

Gostei muito da dinâmica da Francesca com o Nico. Foram construídos com uma química e um certo odiozinho de estimação (típico!), o que os torna muito credíveis. Esta particularidade dá um certo humor à história retirando um pouco a nostalgia e o suspense ao romance.

A alternância entre a história atual, que apanha a vida da Francesca, e a história da vida de Elena torna o livro fluído, demasiado interessante para parar de ser lido.

Tem romance, intriga, mistério e as habituais mentiras e segredos que são postos a descoberto, transformando todas as atitudes e caminhos tomados em algo que faz sentido.

Há alguma partes, quando se começa a chegar ao final, em que senti uma dicotomia de emoções entre os capítulos. Alguns eram um pouco aborrecidos, mas outros logo os compensavam pelo ritmo dos diálogos e a acção mais veloz, o que me fez chegar ao auge da história num ápice.

O final é, de certo modo, surpreendente!

É um bom romance, bom para nos refugiarmos numa tarde fria de inverno e nos perdermos, quer em Roma quer nos segredos desta Viscondessa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s