Desaparecido – C.L. Taylor

38332282SINOPSE: Quando Billy Wilkinson, um adolescente de 15 anos, desaparece a meio da noite, Claire, a sua mãe, culpa-se pelo que aconteceu.

Mas não é a única a fazê-lo. Todos os membros da família se sentem culpados.

O facto é que os Wilkinsons estão tão acostumados a guardar segredos entre si, que a verdade só começa a vir ao de cima seis meses depois. E uma coisa é certa: alguém sabe o que aconteceu a Billy.

Claire acredita desesperadamente que o filho ainda está vivo e convence-se de que a família e os amigos não têm qualquer relação com o seu desaparecimento.

E o instinto de uma mãe nunca falha… Ou falhará?

OPINIÃO: Que livro! Adorei! Impossível não lhe dar as 5*. As páginas viravam sozinhas.

De cada vez que lhe pegava, nunca era um só capítulo. Esta senhora tem mesmo um dom para plantar âncoras!

A temática que este livro aborda mexe comigo, logo à partida, devido a dois grandes fatores:

. A adolescência de um filho (de vez em quando dá-me aquele receio de como será o meu menino com quinze anos) e

. O desaparecimento de um filho.

São demasiado frequentes as notícias de desaparecimento de crianças/adolescentes. Nas redes sociais começa a ser uma constante os pedidos de partilha de imagens de rostos felizes cujo paradeiro é uma incógnita.

Dá medo, muito medo!

Claire vive neste impasse desde que Billy desapareceu. Estará vivo, estará morto? Esta mãe já não sabe viver, já não consegue encarar a vida, seja para trabalhar, seja para regressar aos seus hobbies. Até as suas relações pessoais acabam por sofrer, porque o assunto “Billy” acaba por prevalecer em qualquer conversa.

Passaram 6 meses e Claire não desiste. É mais forte do que ela. A sua mente recusa-se a aceitar o desaparecimento do filho. Ela precisa de saber se ele está vivo ou morto.

Seguem-se os olhares de piedade, as frases não ditas daqueles que já se consciencializaram de que o adolescente só poderá estar morto.

As demandas de Claire em busca do paradeiro de Billy são desesperantes! Consegui sentir o seu desespero, a dor de não conseguir respostas.

Este é o retrato de uma mãe que perde um filho. Mas Claire tem outro filho e também um marido… Estes também sofrem, cada um à sua maneira.

Depois, surge a paranóia. Segredos e mentiras.

Os leitores têm acesso a um conjunto de conversas entre os capítulos. Dava por mim a reler essas passagens para tentar perceber quem eram os interlocutores.

Aos poucos, vamos conhecendo um Billy que Claire não conhece. Um rapaz complicado, obsessivo, até certo ponto, mau. (Um adolescente?)

Este aspeto foi uma lufada de ar fresco, o facto de Billy não ser só uma vítima. Ele é um personagem verdadeiramente complexo. Queremos conhecê-lo melhor, percebê-lo.

Fiquei verdadeiramente surpreendida com este livro, que não excede o limite da realidade e, ao mesmo tempo, prende o leitor com peripécias palpáveis carregadas de emoções.

Recomendo e recomendo.

Anúncios

One thought on “Desaparecido – C.L. Taylor

  1. Pingback: O medo – C.L. Taylor | D311nh4

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s