O novo aluno – Tracy Chevalier … por Andreia Silva

250x.jpgSINOPSE: Chegado à sua quarta escola em seis anos, Osei Kokote, filho de um diplomata, sabe que precisa de um aliado se quiser sobreviver ao primeiro dia de aulas. É uma sorte dar-se tão bem com Dee, a rapariga mais popular da escola. Mas há um colega que não suporta aquela relação: Ian decide destruir a amizade entre o rapaz negro e a menina de ouro. Chegados ao fim do dia, a escola e os seus principais atores (professores e alunos) nunca mais serão os mesmos. A tragédia de Otelo é transportada para o recreio de uma escola suburbana de Washington nos anos 70, onde os miúdos se apaixonam e desapaixonam antes da hora de almoço e praticam um racismo casual que vem de casa e dos professores.

OPINIÃO: Osei é o aluno novo numa escola americana, nos anos 70.

Osei é negro e a combinação das duas situações não lhe trará boas situações.

Apesar de saber que nada será facilitado, por ter sido o aluno novo demasiadas vezes, faz amizade com Dee, uma menina que, de forma destemida mas ao mesmo tempo inocente, ignora todo o preconceito que o resto da escola tem perante esta amizade.
Esta história passa-se (apenas) durante um dia de aulas, no decorrer do início, do fim e dos intervalos da manhã e da tarde. No entanto, não necessitava de mais espaço temporal porque a mensagem que é passada é dada durante este tempo curto, com uma escrita ao mesmo tempo envolvente e cruelmente real.
É contada através de miúdos, que demonstram sentimentos e atitudes tão negativas que se chega a duvidar da idade deles, principalmente da de Ian.

Ian é descrito como sendo calculista e frio e isso está muito bem expresso em todo o livro. Chega até a ser irritante!
A autora, de uma maneira subtil, critica a sociedade em geral (não apenas a americana) pela maneira como esta trata os outros, pela maneira como olha e sente os outros e, principalmente, aqueles que são diferentes muitas vezes por serem apenas desconhecidos.

No fundo, a autora mostra que o preconceito existe em todo o lado e que, mesmo sendo subtil, ele acaba por se revelar nas atitudes das pessoas.
É um livro muito bom, que devia ser lido por todos. É impactante, de certa forma surpreendente e é impossível não ficar a refletir sobre o final.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s