Sobrevive – Alexandra Oliva

34806276SINOPSE: Ela queria uma aventura.
Nunca imaginou até onde podia chegar.
No começo, eram doze.

Quando Zoo aceitou participar num programa de televisão, ela julgava que se tratava de um reality show. Sabia que ia ser testada até aos seus limites para bater os outros onze concorrentes em provas de sobrevivência, mas achou que valeria a pena. Depois das câmaras e dos desafios voltaria para casa, para formar uma família.

Mas o jogo parece não ter fim.
Conforme os concorrentes vão quebrando, física ou psicologicamente, Zoo começa a questionar-se sobre a crescente dificuldade das provas. Pouco depois, dá por si sozinha. Todos os outros concorrentes desaparecem. As cidades vazias, os cenários grotescos. Porque é que o programa não acaba?

Descobrir a verdade é o princípio.
O que estará a acontecer longe do olhar das câmaras? Zoo precisa de descobrir, e, acima de tudo, precisa de encontrar o caminho para casa de forma a retomar uma vida interrompida.

OPINIÃO: Pensei que ia ler um livro do género “Os jogos da fome”, com ideias macabras e leis doentias, mas acabei por entrar numa espécie de “Walking dead”.

Não me interpretem mal, eu adorei ambas as histórias que acabei de citar!

“Sobrevive” oscila entre o presente e o passado — que são literalmente dois mundos distintos.

Por um lado, acompanhamos 12 concorrentes num reality show ao estilo “survivor”, que iniciam a sua aventura sob o olhar atento das câmaras. No presente, o programa já não é tão comercial e parece ter-se transformado numa piada de mau gosto, com demasiados “manequins” e “adereços” a simularem morte e podridrão por todo o lado. Além disso, Zoo está sozinha, farta e arrependida de se ter inscrito, mas é demasiado orgulhosa para pronunciar as palavras que trarão os produtores para junto de si; para declarar que desiste.

De início, o jogo de nomes dos personagens — a forma como eram tratados pelo concurso e depois, no presente, pela própria Zoo — confundiu-me um pouco, mas, mais para a frente, acabou por funcionar bastante bem.

Nem tudo é o que parece, mas também não acho que a autora pretendesse fechar os olhos ao leitor porque as pistas estão todas lá. Estou mais confiante de que o objetivo fosse levar o leitor a sofrer com Zoo, até ao momento em que ela finalmente percebesse o que se estava a passar à sua volta.

A história joga muito com a personalidade de Zoo, que tem um péssimo hábito de supor. Zoo é uma pessoa de ideias fixas e tem uma incrível capacidade para toldar a própria perceção. Constrói teorias fundadas em lógica, agarrando-se a elas com unhas e dentes.

Apesar de ser possível apercebermo-nos destas características da personalidade da protagonista cedo, antes de toda a carência nutritiva e social, inclino-me a confiar que o seu próprio instinto de sobrevivência é o principal responsável pela escuridão que lhe tolda o discernimento. Afinal, a outra verdade tem implicações demasiado intoleráveis. A outra versão leva-la-á a carregar uma culpa avassaladora.

É uma história inquietante, com cenas fortes e que explora muito as emoções.

A realidade é palpável e é por esse mesmo motivo que me provocou tanta ansiedade.

Gostei da audácia nas cenas mais cruéis, e do facto de a autora não ter tentado poupar o leitor nas descrições, tanto no que era visível como no que ia na alma de Zoo.

À parte de Zoo, foram criados outros personagens interessantes, com toques bastante pessoais. Fiquei com pena de não terem sido mais explorados, mas reconheço que o enredo não o teria permitido. Isto porque se sente que a ideia foi percecionar uma possível realidade e não criar uma história fantástica para simplesmente entreter.

Alexandra Oliva é uma autora que já não me passará despercebida. Qualquer autor que me consiga pôr o coração a bater com mais força tem luz verde na minha estante.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s