Verdade Escondida – Mary Kubica … por Andreia Silva

27

SINOPSE: Quinn Collins acorda e não encontra a amiga com quem partilha a casa na cidade de Chicago. O quarto dela tem a cama vazia e a janela aberta, e Quinn recorda-se vagamente de ter ouvido um rangido durante a noite. Esther Vaughan desapareceu sem deixar rasto. Entre os pertences da amiga encontra uma carta enigmática, assim como outros objetos que colocam em dúvida se Esther será a pessoa que Quinn julgava ser.
Entretanto, numa pequena cidade perto de Chicago, uma rapariga misteriosa aparece num café onde um jovem chamado Alex Gallo trabalha. Alex sente-se desde logo atraído por ela, mas acaba por descobrir algo obscuro e sinistro que porá em causa os seus sentimentos.
Enquanto Quinn continua em busca de respostas para o desaparecimento de Esther, e Alex tenta saber mais sobre a rapariga desconhecida, forma-se um enredo de ilusões que ameaça esconder uma dura e chocante verdade. Quem será aquela estranha rapariga?

OPINIÃO por Andreia Silva: Quinn divide o apartamento com Esther que, num certo dia, desaparece, supostamente pela escada de emergência, sem deixar qualquer rasto para trás.

Esther trabalhava numa livraria, lia para crianças e estudava Terapia Ocupacional.

Alex vive numa cidade pequena e trabalha no café onde nunca se passa nada de estranho.  Tudo é rotineiro, até que um dia, uma mulher diferente e intrigante entra pelas portas do café.

Assim que o livro começa, a partir deste ponto, o leitor pensa: “ah já apanhei a história toda”. Não, só que não!

Depois de ler este livro, a sensação com que fiquei foi a de ter entrado numa corrida. Mas não uma pequena! Uma de, no mínimo, de 2000 metros para cima.

A história vai começando devagarinho, entre capítulos narrados pela Quinn e outros pelo Alex e depois chega a um ponto em que só queremos chegar ao final e corremos, corremos e corremos.

A corrida deixou-me virada do avesso.

Durante todo o livro nunca desconfiei de uma ponta que fosse daquilo que de facto se tornou a história, e do rumo que tomou.

A autora, com esta escrita e forma de contar a história, dá as pistas sem levantar nenhuma ponta do véu. É impressionante!

Quando a história começa de facto a tomar algum caminho e serem desvendados alguns dos mistérios, também fui surpreendida. Nada do que aconteceu para justificar os acontecimentos iniciais estava nas minha ideias enquanto ia lendo.

É um daqueles livros que me mostra porque é que os policiais e os thrillers me fascinam!

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s