A manopla de cobre (Magisterium II) – Holly Black&Cassandra Clare

33SINOPSE: As férias de Verão de Callum Hunt não são como as dos outros miúdos. O companheiro de todos os dias é Ruína, um lobo Refém do Caos. O pai desconfia que ele é secretamente mau. A vida não é fácil para Call… e torna-se ainda mais difícil no dia em que decide ir à cave de casa e descobre que o pai poderá estar a tentar destruí-lo a ele e a Ruína.

OPINIÃO: Eu adoro isto!

Recuo aos anos da adolescência e sabem que mais? Continuo a entusiasmar-me com o género de histórias que metem miúdos com poderes, escolas de magia, profecias… Acho que há coisas que não saem de moda e que quem gostou vai gostar sempre.

Ok. Se vais ler isto com os olhos aguçados à procura das semelhanças com o Harry Potter, podes vir a rebolá-los nas órbitas várias vezes.

O que aconselho é que não o faças. Não te prendas nas partes que parecem copy paste do menino que a gente adora e conhece o Callum com as particularidades que ele tem.

O Magisterium é uma escola de magia. A magia, uma vez não tolhida de início (tal como nos é explicado no primeiro volume), tem de ser controlada. Quer isto dizer que frequentar a escola é obrigatório.

Quando pegamos neste 2ºvolume, já sabemos o porquê de o pai de Call ter feito de tudo para dissuadir o filho a estimular e aperfeiçoar a sua magia. Digam lá, não foi cá uma surpresa? Pois, aqui vamos acompanhar os sentimentos do protagonista, face a esta revelação devastadora, e conhecer mais um pouco da história de Constantine e o que o levou a enveredar pela magia do Caos.

Dá-me a impressão de que os personagens pisam em corda bamba e que a amizade que os une tem vindo a desfragmentar-se lentamente. E isso não augura nada de bom, tendo em conta as capacidades de Aaron…

Ao contrário de outras tantas histórias do género, em que sabemos quem é o vilão e que o desfecho será, obrigatoriamente, o confronto direto de protagonista vs. antagonista, aqui estou às avessas com as probabilidades quanto ao final. É neste ponto que esta coleção ganha, por ser imprevisível e mais complexa do que parece à partida.

Na minha humilde opinião, acho que estes livros merecem um pouco da tua atenção e estou certa de que, se não fores à procura das tais semelhanças com o mundo de Rowling, irão trazer-te bons momentos de entretenimento.

Que me dizes, vais dar-lhes uma oportunidade?

Eu cá já tenho o 3º na estante! eheh 😉

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s