O quarto de Jack -Emma Donoghue

19SINOPSE: O quarto é um lugar que nunca vai esquecer; o mundo é um sítio que nunca mais olhará da mesma maneira.

Para Jack, de cinco anos, o quarto é o mundo todo. É onde ele e a Mamã comem, dormem, brincam e aprendem. Embora Jack não saiba, o sítio onde ele se sente completamente seguro e protegido, aquele quarto é também a prisão onde a mãe tem sido mantida contra a sua vontade. Contada na divertida e comovente voz de Jack, esta é uma história de um amor imenso que sobrevive a circunstâncias aterradoras, e da ligação umbilical que une mãe e filho. (

OPINIÃO: Este livro não é fácil.

Desconstruindo o que acabei de dizer:

O Quarto de Jack não está calejado de palavras cabeludas que nos fazem recorrer ao dicionário.

Este livro não exige uma elevada concentração para depreender sentidos dúbios ou diálogos extensos com pensamentos filosóficos de difícil apreensão.

Nada disso.

Em primeiro lugar, estamos perante a voz de uma criança. Logo, o ponto de partida para entender este livro e gostar de o ler é ter-se sido criança. Depois, ter paciência e apreciar o raciocínio típicos destas idades.

Em segundo lugar, conseguir engolir o que o pequeno Jack diz, na sua língua de inocente, ao traduzirmos para o dialeto dos adultos… É de levar um murro no estômago!

É complicado falar deste livro sem dar spoilers, uma vez que o enredo sofre um twist a meio e passa a ser possível assistir a uma nova história, com problemas próprios e muito palpáveis.

Quem está habituado a lidar com miúdos, conhece a tendência que eles têm de serem metódicos. A rotina define-os e o sofrimento que lhes causa ter de abandonar o seu ritmo seguro é de cortar o coração.

O problema deste livro é o pacing.

Normalmente, assistimos a um começo calmo, seguido de uma subida, um climax e uma réstia de páginas para interiorizar o final. Aqui, todo o livro funciona no mesmo tom. A certa altura, até o pequeno Jack se torna irritante e repetitivo. Inserir uma segunda voz não teria sido mau de todo.

O climax surge a meio e segue-se de um arrefecimento brusco até ao final. Este é fraco e não se torna memorável.

Foi uma leitura interessante, mas tinha tudo para ser fenomenal, o que não se verificou com muita pena minha.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s