Tudo por amor – Jodi Picoult

6SINOPSE: Nina Frost é delegada adjunta do Ministério Público, acusa pedófilos e todo o tipo de criminosos que destroem famílias. Nina ajuda os seus clientes a ultrapassar o pesadelo, garantindo que um sistema criminal com várias falhas mantenha os criminosos atrás das grades. Ela sabe que a melhor maneira de avançar através deste campo de batalha vezes sem conta, é ter compaixão, lutar afincadamente pela justiça e manter a distância emocional. Mas quando Nina e o marido descobrem que o seu filho de 5 anos foi vítima de abuso sexual, essa distância é impossível de manter e sente-se impotente perante um sistema legal ineficiente que conhece demasiado bem. De um dia para o outro o seu mundo desmorona-se e a linha que separa a vida pessoal da vida profissional desaparece. As respostas que Nina julgava ter já não são fáceis de encontrar. Tomada pela raiva e pela sede de vingança, lança-se num plano para fazer justiça pelas próprias mãos e que a pode levar a perder tudo aquilo por que sempre lutou.

OPINIÃO: Que valente murro no estômago!

Jodi Picoult entrou para a lista de autoras a seguir e com direito a um lugar cativo na minha estante.

Este segundo livro que leio da autora cativou-me totalmente! Um enredo carregado de emoções fortes, reflexões profundas e suspiros de indignação. É a vida na sua pura complexidade, onde o bem e mal estão de mãos  dadas e confundem-se como gémeos monozigóticos.

Este tema mexe imenso comigo. Tenho conhecimento (embora parco ainda) de como funciona a lei nos casos de abuso sexual de crianças. Não se iludam, é muito fraco o sistema a lidar com este tipo de predadores. Porém, vocês dizem: “estamos a falar dos EUA. Aquele povo que aprova penas perpétuas e penas de morte!” De facto, o sistema judicial americano é punitivo, ao contrário do nosso que se rege pelo princípio da reinserção do autor na sociedade. No entanto, nos EUA o cenário não diverge muito do nosso nestes casos, já para não dizer que é pior, no que toca à exposição desta frágil vítima ao público, ao abusador e à própria burocracia intrusiva do sistema legal. Afinal, a premissa “todos são inocentes até prova contrária” não é exclusiva de Portugal e da Europa, pelo que advém do Digesto ou Pandectas.

A protagonista tem conhecimentos vastos da lei do seu Estado, uma vez que exerce o cargo de Procuradora do Ministério Público, lidando com casos semelhantes no seu dia a dia.

Contudo, quando a vítima é o seu filho de 5 anos, vê-se frente a frente com uma batalha, da qual conhece todos os passos e estratégias.

Convido-vos a conhecerem esta mulher e a julgar (se conseguirem) as ações que toma para proteger o seu maior tesouro.

Ao género de Jodi Picoult, preparem-se para reviravoltas e momentos de elevada introspeção.

Uma leitura que vos acompanhará muito depois de terminada.

Advertisements

One thought on “Tudo por amor – Jodi Picoult

  1. Pingback: Ilusão Perfeita – Jodi Picoult |

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s