Horror em Amityville – Jay Anson

29SINOPSE: A obra descreve as assustadoras experiências paranormais que George Lutz e sua família teriam vivenciado numa casa mal assombrada na Avenida Ocean 112, em Amityville, Nova Iorque, EUA. O livro obteve estrondoso sucesso, foi traduzido em vários idiomas e foi tema de alguns filmes cinematográficos. O incidente teria atraido famosos parapsicólogos, sensitivos e caçadores de fantasmas, alguns dos quais confirmaram a presença de ?energias malígnas? no local.

Segundo o autor, o livro descreve acontecimentos verídicos. Tudo teria começado em 13 de novembro de 1974 quando seis moradores da casa foram friamente assassinados enquanto dormiam. Ronald DeFeo Jr. de 23 anos, matou a tiros o pai Ronald DeFeo, a mãe Louise Brigante-DeFeo, os dois irm!ãos Marc e John e as duas irmãs Dawn Theresa e Allison Louise. O assassino, que cumpre pena, teria sido mentalmente impelido a cometer o crime por forças ?sobrenaturais?, provavelmente oriundas de ?um velho cemitério indígena sobre o qual foi construído o imóvel?.

Jay Anson escreveu que a família Lutz ficou apenas 28 dias na moradia porque não suportou mais a violência dos constantes fenômenos. Portas foram arrancadas, móveis se arrastavam, uma estranha substância verde escorria do teto, nuvens de insetos atacavam as crianças e vozes demoníacas soavam pelos cômodos. As forças do mal teriam até expulsado um padre que tentou exorcizá-las.

OPINIÃO: Foi a primeira vez que consegui ler um livro inteiro em ebook.

Ok, também este livro é bastante pequeno, mas já li livros bem mais pequenos que demoraram séculos a acabar!

Esta história é tida como verdadeira. É tida como baseada em factos reais. Aliás, o relato é-nos dado pelo jornalista que seguiu o caso e ficou intrigado com as lacunas existentes nas explicações racionais do abandono desta família do seu lar. Não houve racionalidade no abandono flagrante de uma mansão e de todo o seu recheio. Não existe justificação para tal, principalmente quando estamos a falar de uma família com três crianças pequenas a seu cargo!

Depois de esburacar mais um pouco o caso, o que se descobriu foram relatos idênticos, sob perspetivas diferentes.

Afinal, o que habita naquela casa de Amityville?

Sou suspeita, adoro histórias de fantasmas e demónios e coisa e tal.

Porém, o que acontece com este livro é o mesmo que sinto quando me ponho a ver aqueles programas de contato com o além, a limitação dos factos. Há um momento em que o ser humano deixa de perceber o que acontece, sente medo e foge. Fica, assim, o relato incompleto.

Criam-se especulações, mas nunca qualquer objetividade. Não é como numa história de ficção, em que o autor nos dá a conhecer a origem, o objetivo e o desfecho do enredo. Aqui, isso não existe. Apenas somos convidados a reviver os dias de “terror” que a família passou naquela casa e tentar, também nós (leitores), tirar as ilações do que poderá estar ali e com que objetivo.

Em geral, gostei, porque dá mesmo aquele calafrio.

BTW, o filme está mais trabalhado. A sétima arte preencheu as lacunas à sua maneira sensacionalista (que nós, amantes do terror, adoramos) e alterou algumas partes que poderiam não funcionar tão bem no grande ecrã, caindo, talvez, no ridículo. Refiro-me ao amigo imaginário que, no livro, é descrito como sendo um porco. No filme, é uma criança.

Leiam. Não perdem nada. O ebook é grátis, está disponível para download em imensos sites brasileiros. É pequeno e dá para entreter.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s