Pede-me o que quiseres – Megan Maxwell

PEDE-ME O QUE QUISERES_PRSINOPSE: Após a morte do pai, o prestigiado empresário alemão Eric Zimmerman decide viajar até Espanha para supervisionar as filiais da empresa Müller. Nos escritórios centrais de Madrid conhece Judith, uma jovem inteligente e simpática, por quem se enamora de imediato. Judith sucumbe à atracção que o alemão exerce sobre ela e aceita tomar parte nos seus jogos sexuais, repletos de fantasias e erotismo. Com ele aprenderá que todos temos dentro um voyeur, e que as pessoas se dividem em submissos e dominantes…
Mas o tempo passa, a relação intensifica-se e Eric começa a temer que o seu segredo seja descoberto, algo que poderia ditar o princípio do fim de uma relação.

Editora-Planeta-Logo-1024x256

OPINIÃO: Ó pá… não dá mais…

Não entendo, mas respeito, a adoração por este género. Nem sequer entendo como isto pode ser um género, uma vez que o erotismo deve estar presente nas histórias independentemente do género! (Exceto, está claro,  nos livros juvenis)

Há uns dois anos, os leitores queixavam-se das enchentes de literatura vampírica nas livrarias. Para todo o lado onde olhavam, viam-se vampiros, que deram asas aos lobisomens e por aí adiante. No entanto, essa moda ressuscitou autores já “quase esquecidos”, assim como as novas edições da Anne Rice e o clássico Drácula.

O que trouxe esta moda desencadeada pelas “Cinquenta sombras lá do Grey”?

O vampiro é possessivo enquanto amante. Tiremos-lhe as presas e temos os novos protagonistas destes novos romances. Aliás, eu até acho que estes homens mortais conseguem ser mais doentios!

Depois, o problema é que tudo bate no mesmo!

É como o meu filho de 15 meses que carrega constantemente no botão que diz “o gato amarelo” e se muda um bocado, a fixa-se “na vaca branca e preta”.

Mulher com pouca experiência sexual, solteira há muito tempo e com um emprego artístico ou medíocre (daqueles que não dá asas ao luxo), conhece homem bué da rico mesmo que a leva a viajar de jato, vão a restaurantes muito restritos e, caramba, não é que o senhor, apesar de ser podre de rico e ter tudo que quer, é triste porque guarda um segredo do passado que o destrói ao longo da vida e que só aquela mulher o poderá salvar?

Conhecem a temática? É igual em TODO o lado!

Ah, aqui neste romance espanhol há uma diferença! O depravado não gosta de dar palmadas, nem chicotadas, gosta de…. ver os outros a copular! Isso mesmo! Voyerismo!

Agora do sadismo damos a cambalhota para os pervertidos escondidos nas sombras a  apreciarem a privacidade alheia. Ok…

Li cerca de 100 páginas deste livro. Daí eu estar a criticar não tanto o livro, mas o género.

O problema maior até está mesmo na escrita. (Apesar de os avanços prepotentes e arrogantes destes senhores me tirar do sério)

Quantas vezes as desgraçadas se questionam: “O que é que ele tem que me põe assim?”

Depois, lá para meio da história, lá conseguem um pouco de amor próprio (por alguma estupidez) e afastam-se. Só até perceberem que, afinal, ele é um cordeiro em pele de lobo…

Ao menos os vampiros acarretam sempre ação, um pouco de terror, histórias de vida interessantes.

Para mim, chega.

Estou a fazer a cruz a este “género” e a rezar para que a moda passe rápido.

Anúncios

One thought on “Pede-me o que quiseres – Megan Maxwell

  1. O problema não é do género em si. O problema é que em portugal os editores decidiram que só iam publicar erótica pós-50 shades e só publicam o mesmo. Eu como leio em inglês, leio erótica bem diferente da que é publicada cá 🙂 E depois claro está, conheço muitas noveletas que custam 2€ em ebook que são porreiras para o preço mas são publicadas em PT por 17€ que é um abuso e as pessoas esperam que por 17€ seja uma historia maravilhosa. O sedução da Bella Andre foi um desses, era uma noveleta muito porreira, mas foi publicado na onda do 50 shades e a tradução foi muito fiel (não suavizaram como os tradutores costumam fazer). Mas também espero que a moda passe. Comprei o “História d’O” na Feira do livro por ser um clássico e vou comprar um da Nin e espero que os do Miller voltem.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s