Quando tu eras meu – Rebecca Serle

12SINOPSE: E se a maior história de amor de todos os tempos estivesse enganada?
Todos pensam que Romeu e Julieta foram impotentes face ao seu destino, que ficaram à mercê do amor que nutriam um pelo outro. Não é verdade. Julieta não era nenhuma rapariga doce e dilacerada pelo destino. Ela sabia exactamente o que fazia. O problema é que Shakespeare não. Romeu não pertencia a Julieta; pertencia-me a mim. Devíamos ficar juntos para sempre e teria sido assim se alguém não mo roubasse. Talvez isso pudesse ser evitado. E então talvez ainda estivesse vivo.

Editora-Planeta-Logo-1024x256

OPINIÃO: Há histórias que são eternas.

A eternidade de um enredo reside na passagem dos chamados clássicos de geração em geração, mas, também, nas adaptações dos mesmos, seja fielmente ao ecrã ou adulterado à contemporaneidade.

“Orgulho e Preconceito”, a lenda do Rei Artur e, aqui em Portugal, a história romântica de D. Pedro e Inês de Castro estão entre os mais explorados. Contudo, nenhuma obra é mais espremida do que a peça de Shakespeare “Romeu e Julieta”.

Então para quê ler este livro?

Bem, para além de ser sempre agradável entrar num enredo de que se gosta e interessante perceber a perspetiva do autor, o que ele faz com as personagens, este livro não é como as outras adaptações.

Em primeiro lugar, os nossos personagens são jovens menores de idade. Depois, a história viaja até aos dias de hoje.

E então? Isso já foi feito!

Pois, mas aqui a protagonista não é a Julieta, nem o “Romeu”!

Ah, pois é! Aqui está a grande novidade desta adaptação e o que a torna tão interessante!

Lembram-se da Rosaline? A jovem por quem Romeu caiu de amores antes de conhecer Julieta?

Rosaline não é uma personagem física na peça original, é apenas mencionada. Assim acontece noutras adaptações, inclusive na mais famosa que conta com Leonardo Dicaprio a interpretar Romeu.

Logo, esta história fala-nos da dor da perda, do arrependimento do que nunca foi feito por medo de arriscar. Enfatiza a ideia de que nunca se deve dar ninguém como adquirido e que a mudança é uma constante.

Desvendamos segredos e envolvemo-nos com a novidade destas personagens, de tal modo que nos esquecemos de que conhecemos, à partida, o desfecho.

Gostei bastante e recomendo a todos aqueles que gostam deste clássico e gostam de assistir a uma boa adaptação destes personagens.

Recomendo também a quem se rende a livros românticos e a quem procura algo leve e terno para ler.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s