S.E.C.R.E.T. – L. Marie Adeline

S.E.C.R.E.T_PR

SINOPSE: A vida de Cassie Robichaud está cheia de tristeza e solidão desde que o marido morreu. Cassie é empregada de mesa no Café Rose, em Nova Orleães, e dorme todas as noites num apartamento de um só quarto, na companhia de um gato.
Porém, quando descobre um diário deixado no café por uma mulher misteriosa, o seu mundo muda para sempre. O diário, cheio de confissões explícitas, choca-a e fascina-a ao mesmo tempo e acaba por levá-la ao S.E.C.R.E.T., uma sociedade secreta que se dedica a ajudar mulheres a realizar as suas fantasias sexuais mais loucas e íntimas. Cassie acaba por mergulhar numa electrizante jornada de Dez Passos, durante a qual tem uma série de fantasias arrebatadoras com homens deslumbrantes, que a fazem despertar e a saciam.
Assim que se liberta das suas inibições, Cassie descortina uma nova confiança e transforma-se, conseguindo a coragem necessária para levar uma vida apaixonada. Ao mesmo tempo atraente, libertador e emocionalmente poderoso, S.E.C.R.E.T. é um mundo onde a fantasia se torna realidade.

Editora-Planeta-Logo-1024x256

OPINIÃO: Este romance é mesmo muito à frente da mentalidade portuguesa.

A sério! Se acham que “As cinquenta sombras”, entre outros, são escandalosos e suscetíveis a chocar o leitor, ainda não leram S.E.C.R.E.T.

Ao contrário do romance acima ditado e a outros do mesmo género, onde o tema principal, apesar da forte componente erótica, é o amor, em S.E.C.R.E.T. o romance está em segundo plano. Este livro explora a mulher em si e o seu auto descobrimento sexual.

Este descobrimento não é solitário, involuntário, nem tampouco ao acaso. É o objetivo principal de um grupo secreto, que disponibiliza um conjunto de jogos para completar os passos que levarão a mulher ao encontro de si mesma, sexualmente. Esta apenas tem de dizer que concorda com o passo, sem antes saber o que a espera se o fizer. A mulher tem de estar preparada para o que o S.E.C.R.E.T. lhe reservar.

O livro explora o prazer, o desejo e a recusa dos sentimentos, sobretudo se estes forem despoletados sem que a mulher esteja preparada para lidar com eles sem perder a sua liberdade e auto estima.

É um livro dirigido ao núcleo feminino, apesar de já ter ouvido muitas mulheres afirmarem que este género deveria ser lido pelos homens.

Para os leitores que estejam interessados em ler, aconselho a fazerem-no com uma mente aberta e preparados para entender e respeitar a opção dos múltiplos parceiros e as aventuras e entregas corporais com estranhos. Há a exploração de várias formas sexuais, não se centrando no ato consumado.

Não sou fã do género literário, mas confesso que achei interessante o crescimento, mesmo a nível da personalidade, da protagonista, que altera certos comportamentos banais que a aprisionavam no passado, quando lhe faltava a garra de arriscar e se sentia a envelhecer sozinha. Ela descobre que, em primeiro lugar, a melhor companhia que pode ter é a si mesma e só assim irá desfrutar da de outrém.

Gostei do final, inesperado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s