Entrevista a Adoa Coelho

1. Fala-nos um pouco sobre ti.

Tenho por hábito não falar de mim. Sempre que falamos de nós, estamos a tentar manipular quem nos ouve ou lê e é apenas uma versão de quem somos. Quem ler os livros que escrevo que seja influenciado por isso.

2. Agora sobre o teu livro.

O Ups! Engoli uma Estrela é um palco onde ponho em prática ensinamentos sobre os mais variados temas que me são caros. Nos primeiros livros falo imenso sobre bullying porque era um tema que precisava de trabalhar em mim. Precisava de transformar mágoas em ensinamentos e paz. É isso que está a acontecer e espero ajudar muitos jovens, pais e professores com eles. Este primeiro livro é uma apresentação dos personagens e do mundo criado. Quando comecei a escrevê-lo, não sabia a dimensão que iria ter, nem sequer sabia como ia ser a história. À medida que fui escrevendo, é que comecei a conhecer os personagens. Crescemos todos juntos. Espero que esse crescimento passe para os leitores.

3. De onde surgiu a idéia para esta história?

Foi num sábado de manhã. De súbito veio a ideia “como seria se um dragão engolisse uma estrela?”. Desatei a rir por ser uma ideia algo louca, mas a ideia não me largou. Acabei por escrevê-la para conseguir adormecer. Já tinha a história principal alinhavada na cabeça, foi só passar para palavras escritas. Depois complicou-se tudo. Estava insatisfeita com o que sabia deste dragão, até que percebi que não era um dragão, mas um ser do qual precisava descobrir mais e mais. Foi assim, através da curiosidade em saber mais que o primeiro livro se formou.

4. Já tens projetos futuros? Pretendes manter o mesmo género? Podes dar-nos uma luz do que virá?

O segundo dos livros da série já está escrito e corrigido. Está à espera de ser publicado na altura certa. Entretanto estive a traduzir e quero recomeçar a escrever o terceiro livro que ficou quase a meio. A história vai manter-se dentro do mesmo género, mas vão acontecendo complicações tanto a nível da história como no género em si, podendo acontecer passar por outros géneros literários. Gosto da elasticidade que a história tem, até porque quis desde o princípio que houvesse elementos na escrita que tirassem o leitor do seu cómodo lugar de pessoa sentada num sofá, quase extra-história. Aqui não há extras, eu falo sobre todos nós, cada um de nós. E adoro provocar quem lê.

5. O que pensas da literatura portuguesa? Costumas ler? Achas importante apostar no que é nacional?

A literatura actual portuguesa é boa e leio. Dantes nunca lia autores portugueses por descreverem demasiado. Os livros eram quase exercícios de descrições, como o livro de Trindade Coelho “Os meu Amores”, que tive de ler aos onze anos e na altura detestei. Ainda tenho o exemplar e leio uma história de vez em quando. Agora acho lindíssimo. Mas continua a ser uma espécie de caderno de exercícios para mim. Leio bastante. Tento andar a par do que se lê no Mundo, especialmente em Portugal. Vivendo na Alemanha tenho menos acesso a livros portugueses, por isso, sempre que vou a Portugal, levo uma lista! Ninguém melhor que os portugueses para apostar na literatura nacional. É preciso que as editoras também o façam.

6. Autores que te inspiram:

J. K. Rowling, Richard Bach, Saint Exupéry, Tolkien, Fernando Pessoa, Stephen King, Frank Herbert, Michael Ende, os irmãos Grimm, Hans Christian Andersen, Vergílio Ferreira, Gil Vicente, Oscar Wilde, Shakespeare, Carl Sagan, Isaac Asimov, Cornelia Funke,…
Comprei alguns livros do valter hugo mãe, José Luís Peixoto e do Augusto Cury. Ainda não os li porque quero fazê-lo com muita calma para saborear cada palavra.

7. Livros:

Todos do Harry Potter, Fernão Capelo Gaivota, O Principezinho, Dune, The book Thief, A História Interminável, Momo, Aparição, O Retrato de Dorian Gray, Antes de Começar, Ana e o Tio Deus, Peter Pan, Olga e Cláudio, Canções da Terra Distante,…

8. Filmes: 
Harry Potter, Hugo, Dune, Sonho de uma Noite de Verão, Peter Pan, Hook, À Procura da Terra do Nunca, As Horas, Inception, Blade Runner, O Castelo Andante, todos do Mr. Night Shyamalan, As Asas do Desejo,… Tenho uma colecção de filmes lindíssimos e todos me inspiram!

9. Apelos ou agradecimentos que queiras deixar:

Agradeço a toda a gente que lê e vê filmes, principalmente àquelas que mesmo em algumas fases das suas vidas tenham deixado de acreditar em si e de sonhar, voltaram a fazê-lo. Agradeço à criança que existe em cada um de nós.

10. O que achas do blog d311nh4?

É um dos blogues que uso para pesquisar livros que ainda não conheço e fazer a tal lista de livros para comprar. Gosto de, por vezes, saber as opiniões de colegas para escolher que livros a comprar. Obrigada pelo apoio e divulgação do Ups! Engoli uma Estrela!!!


Advertisements

One thought on “Entrevista a Adoa Coelho

  1. O “Ups Engoli uma estrela ” é um excelente livro para ser usado em vários níveis de ensino, com estratégias de abordagem diferentes mas extremamente eficazes, o que já foi testado. Para além disso, é um livro cativante, bem escrito e que prende a cada momento da narrativa. Gostaria muito que os leitores deste blog pedissem para adquirir o livro , vão gostar e breve sairá o segundo desta mesma saga! Por isso, não perca o primeiro! encomende para geral@edicoesesgotadas.com

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s